Mutirão para ajudar empresários do ES não quebrarem com a pandemia   

Mutirão para ajudar empresários do ES não quebrarem com a pandemia  

Ação é inédita e está com as inscrições abertas

Um mutirão formado por profissionais da Administração vai oferecer, de graça, uma consultoria para empresários do Espírito Santo. O objetivo é evitar que os negócios, de pequeno e médio porte, fechem as portas como consequência dos impactos econômicos provocados pela pandemia. São mais de 130 consultores, em diversas áreas, prestando o serviço.

A iniciativa é do Conselho Federal de Administração (CFA) executada no estado pelo Conselho Regional de Administração do Espírito Santo (CRA-ES). Aqui, a autarquia potencializou os conhecimentos dos profissionais da Administração disponibilizando um curso de consultoria online. “Depois recrutamos os voluntários para atuar na prestação desse serviço, que é inédito”, explicou o Administrador Maurílio José Inês, presidente do CRA-ES.

É preciso inscrever a empresa para pelo site craes.org.br/mpes/. Serão selecionados negócios de qualquer segmento. “O ramo de atuação não é um fator de seleção. Quem empreende em qualquer área e precisa de ajuda para não encerrar as atividades pode participar”, detalhou o Administrador Gláucio Siqueira, que é o coordenador da iniciativa.

Segundo ele, podem participar microempreendedores individuais (MEIs), microempresas (MEs) e empresas de pequeno porte (EPP). Será oferecida consultoria gratuita em finanças, orçamento, logística, recursos humanos, marketing, tecnologia da informação e outras áreas da Administração.

Campanha Administrador & Empreendedor

A iniciativa visa conectar pequenos empreendedores com profissionais de administração, que devido a crise causada pelo COVID-19, tem gerado muitas incerteza nos empreendedores e empresários quanto ao futuro dos negócios.

Por isso, o CRA-ES oferece consultorias gratuitas em finanças, orçamento, logística, recursos humanos, marketing, tecnologia da informação e outras áreas da Administração para microempreendedores individuais (MEIs), microempresas (MEs) e empresas de pequeno porte (EPP). SAIBA MAIS!