Saúde pública no ES: boa gestão garante qualidade no serviço

Saúde pública no ES: boa gestão garante qualidade no serviço

Entrevista com RI Deidiney Santanna esclarece o tema

A gestão na saúde pública do Brasil é um dos entraves para a prestação de um serviço de qualidade. Sendo os profissionais da Administração, aqueles com a devida capacitação técnica para oferecer as ferramentas gerenciais necessárias, é cada vez mais relevante tê-los ocupando cargos e funções destinadas ao gerenciamento.

Entre os profissionais que já atuam na área da saúde e contribuem com os conhecimentos da Administração, está o Representante Institucional (RI) do CRA-ES, o Tecnólogo em Administração Deidiney Santanna Peçanha. Confira um bate-papo rápido com ele sobre o tema: 

CRA-ES | Um bom planejamento é eficaz para potencializar a gestão da saúde pública no Espírito Santo?

Deidiney |É um bom começo para se atingir bons resultados! Certamente o planejamento vai direcionar a gestão da saúde pública a canalizar os recursos necessários e priorizar as ações que foram mapeadas pelos administradores. Vale ressaltar que, além de planejar, a execução passa a ser uma etapa importante para o alcance dos resultados esperados. Destaco ainda a importância de profissionais qualificados e engajados nos processos de planejamento”.

CRA-ES | Em sua visão, qual o principal gargalo hoje na administração hospitalar pública do Espírito Santo?

Deidiney | “Ausência de tecnologia e inovação para melhorar a eficiência e maior retorno sobre o investimento. O modelo atual é o mesmo de décadas anteriores, comprometendo a qualidade e a possibilidade de redução dos custos, afetando os investimentos ao longo dos anos”.

CRA-ES | Como o profissional da administração poderá atuar para reverter o quadro de desperdício de materiais e compras desnecessárias, por exemplo?

Deidiney | “Os profissionais da Administração possuem competência para controlar os recursos, otimizando e disponibilizando de acordo com as demandas necessárias”.

 

Fechar Menu