Por que o CRA-ES fiscaliza administradoras de condomínios?

Por que o CRA-ES fiscaliza administradoras de condomínios?

Diretor da Unidade de Registro e Fiscalização da Autarquia explica

O crescimento vertical das cidades é uma constante. Por isso, a gestão  profissional dos condomínios, sejam eles corporativos ou residenciais, se tornou necessidade. A partir desse cenário, o gerenciamento eficaz no segmento se consolidou como atividade exclusiva da Administração, em consonância com a Lei 4.769/65.

Em entrevista ao Conselho Regional de Administração do Espírito Santo (CRA-ES), o Diretor da Unidade de Registro e Fiscalização, administrador Robson Brandão Neves explica um pouco mais os motivos de atuação da autarquia nesse setor e conta sobre a ação planejada para fiscalizar administradoras de condomínio. Confira:

CRA-ES | Por que fiscalizar administradoras de condomínios?

Diretor Robson Brandão Neves | Com o crescimento das edificações de múltiplas unidades no Brasil, a profissionalização na gestão de condomínios tornou-se uma realidade e necessidade, considerando que o sistema de gestão vem se tornando cada dia mais complexo, sendo exigidos conhecimentos técnicos e habilidades que proporcionem maior segurança e comodidade para os clientes.

Neste contexto, o segmento empresarial de gestão condominial se consolidou como atividade exclusiva da Administração em consonância com a Lei 4.769/65.

Buscando oferecer ao mercado, profissionais e empresas devidamente habilitadas, os conselhos regionais de administração promovem fiscalização do exercício profissional, fazendo com que a prestação dos serviços sejam sempre acompanhados por um Responsável Técnico, assegurando a qualidade dos serviços sob o ponto de vista técnico e ético.

CRA-ES | Será feita alguma ação de fiscalização?

Diretor Robson Brandão Neves |  A fiscalização acontecerá com os Responsáveis Técnicos de todas as empresas de administração de condomínio registradas no CRA-ES, tanto residenciais, quanto comerciais.

CRA-ES | O que a equipe de fiscalização vai procurar nesses condomínios?

Diretor Robson Brandão Neves |  Vamos verificar se os Responsáveis Técnicos das empresas estão efetivamente cumprindo o seu papel de acompanhar a prestação de serviços de administração de condomínio. Também se estas empresas estão realizando a gestão condominial profissionalizada, de acordo com os preceitos técnicos e éticos da profissão.

CRA-ES | Se uma irregularidade é encontrada o que acontece? 

Diretor Robson Brandão Neves | As irregularidades encontradas serão notificadas aos próprios Responsáveis Técnicos, caso alguma envolva a empresa de administração de condomínio registrada. Também vamos notificar as empresas. A ação tem caráter educativo, mas irregularidades encontradas no exercício da Administração poderão acarretar em instauração de processo ético com as punições cabíveis.

CRA-ES | Com o isolamento social, quais são as medidas de segurança da saúde que os fiscais vão adotar na hora da fiscalização? 

Diretor Robson Brandão Neves | Levando em consideração esta pandemia, adequamos nossa metodologia de ação e realizaremos a fiscalização de forma totalmente online com preenchimento de formulários e envio de documentos ao CRA-ES.