CONSELHO REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO / ES

FBTW

Espírito Santo, 30 de Maio de 2017.



Notícias

Voltar

20/02/2017
Lei que tramita no Senado defende Campos exclusivos do Profissional da Administração

ADMINISTRAR É PARA ADMINISTRADOR

Você iria a um médico que não fosse formado em Medicina? Você contrataria um arquiteto que não tivesse diploma? Iria ou levaria seu filho num dentista que não tenha formação para isso? Duvidamos muito.
Porém, para os administradores, o cenário é outro. Na prática, o mercado tem contratado profissionais sem a graduação para exercerem funções que deveriam estar sendo ocupadas pelos profissionais da Administração.
O que está se resguardando no PLS 439 são as funções administrativas – planejar, organizar, dirigir, controlar – que NÃO são ensinadas em outras faculdades como nos cursos voltados para a gestão.
Finalmente perguntamos: você entregaria sua saúde mental a um administrador?  Cremos que não. Nenhum de nós saberia com segurança o que fazer.  Então, porque entregar uma empresa a um profissional sem a graduação em Administração ou Tecnologia em Gestão?

OBJETIVO DO PLS 439/2015
§ 1º São considerados campos da Administração e trabalhos técnicos privativos do Administrador, sem prejuízo de outros já consagrados em lei:
I - a administração de: consórcio, comércio exterior, cooperativas, condomínios, serviços, factoring, hotéis, turismo, logística, locação de mão de obra de qualquer atividade, processos de qualidade, organização de processos seletivos e concursos públicos, portos e aeroportos; administração hospitalar e serviços de saúde, rural, esportiva bem como quaisquer outros campos em que esses se desdobrem ou aos quais sejam conexos ou outros;
II - magistério em conteúdos de formação profissional do campo da administração e da gestão das organizações;
III - perícias judiciais e extrajudiciais, métodos de soluções de conflitos nos campos da Administração e da gestão das organizações;
IV - elaboração e gestão de planos de cargos, carreiras e salários;
V - elaboração e gestão de folhas de pagamento, registros e lançamentos de efetividade de pessoal das empresas e organizações em geral;
VI - auditoria administrativa;
VII - elaboração e gestão de pesquisa salarial, descrição e avalição de cargos e pesquisa organizacional;
VIII - planejamento, organização, coordenação, execução e controle de serviços de Administração em geral;
IX - elaboração e gestão de sistemas, processos e estruturas administrativas e organizacionais e manual de procedimentos;
X - avaliação de desempenho de pessoas e consultoria em organizações;
XI - elaboração de planejamento estratégico, planos de negócios, planos orçamentários e planos de reposicionamento das organizações.Chegou a hora dos estudantes e profissionais da Administração se unirem para votar a favor do Projeto de Lei 439/2015, que defende o respeito aos Campos Privativos dos Administradores.
O projeto estabelece que cargos e funções da administração em organizações privadas, não governamentais e públicas somente poderão ser providos por Tecnólogos e Administradores profissionais regulares na forma da lei.
Dessa forma, esses profissionais ficam obrigados a comprovar, anualmente, perante organização empregadora, a regularidade com o CRA.
Estão fazendo campanha contra para tirar o seu direito instituído pela LEI 4769/65. Não permita que isso aconteça!
Saiba como votar
* O processo é muito simples e rápido:
1) Acesse o link da votação no site do Senado: https://www12.senado.leg.br/ecidadania/visualizacaomateria?id=122183
2) Clique em A FAVOR.
3) O sistema solicitará que você se identifique. A maneira mais rápida de fazer isso é entrar com a conta do Facebook ou do Google, pois dessa forma você não precisa perder tempo fazendo cadastro.
Feito isso, seu voto será computado. Se você já votou, favor compartilhar essa mensagem com seus amigos e colegas.

Vote A FAVOR aqui
.

Contamos com você!


Logo CRA
Sede do CRA/ES
Rua Aluysio Simões, nº 172 – Bento Ferreira, Vitória/ES – CEP: 29.050-632
Telefax: 27 2121.0500

VOLTAR PARA O TOPO

Desenvolvido por BrascomTi