Gestão sustentável dá certo?

Gestão sustentável dá certo?

Muito além do conceito “tudo verde”, a gestão sustentável dentro de uma empresa é resultado da eficiência na gestão de pessoas, financeira e de recursos empresariais. Se isso pode dar certo? A Mestre em Administração, Administradora Marcela Haase, atua na Assessoria de Treinamento e Eventos do Conselho Regional de Administração do Espírito Santo (CRA-ES), e afirma que sim. É possível gerir com sustentabilidade um negócio privado.

Esse tipo de gerenciamento traz como proposta fundamentar a organização em três pilares: equilíbrio econômico, social e ambiental. Segundo ela, esse é um dos maiores desafios. “Requer a mudança de pensamento dos gestores. Vai além do conhecimento técnico. Transformar uma visão pessoal demanda esforço e comprometimento. Não é uma tarefa do dia para a noite”, pontuou. 

O desafio existe, mas não é impossível tornar a gestão sustentável. A Administradora Marcela Haase explica: “Se a liderança não estiver engajada dificilmente a mudança para a adesão à sustentabilidade vai acontecer”, disse.  

 Uma vez entendida a importância desse alinhamento, o gestor com uma visão reformulada, deve começar a incorporar políticas de gestão ancoradas em princípios como o da transparência. “Isso abre precedentes para fomentar críticas construtivas, bem como, tornar pública as intenções empresariais dentro de um nível estratégico”, justificou.