ARTIGO ADM | Coronavírus: tempo de aprender e ensinar a aprender

ARTIGO ADM | Coronavírus: tempo de aprender e ensinar a aprender

Administrador Robson Brandão Neves, Conselheiro do Conselho Regional de Administração do Espírito Santo (CRA-ES)

O mundo passa por uma crise eminentemente sanitária que causa impacto na economia global. Comércio, indústria e serviços estão sendo diretamente afetados, mostram indicadores. Apesar de o momento ser assustador é importante ter em mente: é passageiro. Ficou na história a gripe russa que vitimou mais de 1,5 milhão de pessoas entre 1889 e 1890; e quem não se lembra da gripe suína durante 2009 e 2010? Foram tempos difíceis, mas foram períodos superados.

Precisamos nos preparar para o pós-crise. É desse momento, no agora, que teremos oportunidades de desencadear transformações, enxergar os desafios como aliados a serem vencidos com criatividade. Deixe a pressão infligida pelo combate à pandemia aprimorar suas características comportamentais. Elas irão subsidiar, nos erguer, reerguer e fazer a todos seguir adiante com planejamento, meta e foco.

Utilizar este momento de confinamento é o ponto de partida. Tivemos que desligar o piloto automático das nossas rotinas. Então aproveite o momento para ter reflexões sobre seu negócio projetando cenários, através das previsões mercadológicas para o retorno às atividades. Faça perguntas como o que entendo como gestão? O que praticava de incomum enquanto empreendedor, empresário ou trabalhador? Estou preparado para o novo cenário? Que lição obter agora?

Sair da zona de conforto não é fácil. Mas a hora é agora de pensar fora da caixa. De nos despirmos de resistências pessoais e trabalhar nossas limitações, abstraindo conceitos pré-concebidos. Trace estratégias com foco no sucesso futuro. Navegue na reinvenção profissional e empresarial. Seja nos modelos de elaboração e prestação de serviços; seja pela adoção e prática de crenças e valores comportamentais com foco no consumidor; ou com os olhos voltados para o cliente e uma consciência auto responsável.

Sobre o mercado de trabalho: os profissionais devem está atentos à realidade, por conta das novas exigências, redesenho dos modelos de negócios e a postura do cliente no contexto atual. Fará a diferença potencializar sua empregabilidade seja no aspecto cognitivo, adquirindo novos conhecimentos e praticando uma relação interpessoal mais eficiente, quanto a busca por qualificações e capacitações assertivas. Aqui esteja atento para o trabalho home office. Valorize e se empenhe para estar atualizado com as transformações digitais, ou seja, acompanhe as tecnologias que servem como facilitadoras e contribuem no desenvolvimento de suas funções.

No dia a dia esteja antenado para as atualizações em seu currículo realçando seu potencial. Em trabalhos remotos, invista na sua disponibilidade, disciplina e comprometimento com as metas. Também esteja envolvido com as relações de trabalho, a capacidade de produzir com iniciativa e os resultados a serem obtidos. Não espere a cobrança dos líderes para demonstrar interesse em aprender, reaprender, disseminar e multiplicar conhecimentos e experiências. Permita desenvolver suas funções com elasticidade atuando em áreas afins, fora da zona de conforto.

Já o empresário terá desafios, que usando sua metodologia em administração, enxergará e praticará a visão. Ele perceberá que seu negócio entrou e ou entrará, para um mundo mais conectado para o uso de tecnologias e networking. Planejando a empresa, não fique refém das circunstâncias e das oscilações econômicas. Obtenha e pratique um plano de negócios capaz de dar um norte e que o faça ter domínio e controle, também, farão a minimização dos riscos e dará condições de tomar a melhor decisão.

Temos que rever nossos comportamentos e postura enquanto liderança diante das adversidades e diante das crises que se apresentam. Para se reinventar ou recomeçar é preciso está aberto às mudanças. Estamos percebendo a valorização do comércio local. As pessoas estão dando preferência em fazer compras em estabelecimentos próximos de casa, por conta da limitação do deslocamento. Logo, quem sabe não é o momento de implantar um plano de fidelização para aquisições de mercadorias futuras?

Outro ponto é o olhar que se deve ter sobre as questões de normas e regras sanitária da empresa, em adequações ou readequações, necessárias para o bom funcionamento do empreendimento pensando nos clientes externos e internos. É fundamental que que enxerguemos esse mundo que está se descortinando diante de nós, que em suas nuances mostra também a importância da colaboração, do apoio mútuo, da tolerância, da inclusão e daí a importância do trabalho coletivo. Aprendendo e ensinando a aprender, com humildade, sabedoria e excelência em gestão para que os resultados saudáveis sejam colhidos por todos.

Estamos vendo vários segmentos sobressaindo neste momento, setores que levam mais comodidade e que está fazendo as pessoas conhecer, usar e usufruir com mais naturalidade como o segmento de alimentação e bebidas, educação à distância, área da saúde com teleatendimento, setor de entretenimento, entre outros, a prestação de serviços.

Por isso, encare este momento como uma oportunidade para se desafiar e buscar, aceitar e agir com mentalidade no sucesso. Sobre o passado, utilize os erros e falhas que cometeu e repense como um aprendizado para seu processo e progresso de mudança pessoal, celebre as conquistas e o futuro que virá em breve. Com o pensamento voltado para este prisma, em crenças e ações voltados para o crescimento no contexto do presente, todo esse aprendizado e mudança conquistada o tornará mais forte, de atitudes robustas, revendo ou atualizando seu negócio na perspectiva da gestão de processos, pessoas e resultados. Assim eles tornarão a jornada mais leve e a certeza de que através do esforço, aprimoramento e planejamento, conseguirá resultados extraordinários.